Inicial / Notícias / Adasa define novas metas para os reservatórios de Descoberto e Santa Maria
Adasa define novas metas para os reservatórios de Descoberto e Santa Maria - Blog Edgar Lisboa. Foto: Tony Winston/Agência Brasília

Adasa define novas metas para os reservatórios de Descoberto e Santa Maria

Print Friendly, PDF & Email

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) publicou nesta terça-feira (11), no Diário Oficial do DF,  a Resolução de n° 8, que estabelece as curvas de referência do nível dos reservatórios do Descoberto e do Santa Maria.

O estudo define as metas para o volume útil do reservatório ao final de cada mês e serve de parâmetro para o monitoramento e manutenção da segurança hídrica.

Para o reservatório do Descoberto, que está com capacidade máxima desde 27 de dezembro do ano passado, a meta para o volume útil no fim de junho é de 92% (confira gráfico abaixo).

Em agosto, período crítico de estiagem, 69% e em dezembro 64%, conforme quadro abaixo. Qualquer alteração que contrarie as expectativas implicará na adoção de medidas para a manutenção dos volumes estabelecidos pela Resolução.

Para o reservatório do Santa Maria (veja gráfico abaixo), que está com 100% de sua capacidade desde 19 de maio, a meta é de 96% no fim de junho, 83% em agosto; 69% em outubro e novembro e 72% em dezembro.

Se confirmadas as expectativas, a Caesb, que atualmente capta 4,3m³/s do reservatório do Descoberto, poderá aumentar sua captação para 4,5 m³/s em setembro e outubro – se o volume útil for igual ou superior a 73%, em 31 de agosto – e em até 5,0m³/s quando houver transbordamento

Para a manutenção dos volumes projetados, as outorgas de direito de uso dos recursos hídricos a montante do reservatório do Descoberto só serão autorizadas para as finalidades de irrigação e piscicultura, em áreas já utilizadas para essas atividades, antes de 16 de setembro de 2016.

As curvas de referência foram projetadas com base no comportamento pluviométrico e hidrológico dos reservatórios e de seus afluentes e no cronograma de obras da Caesb, de implantação da Estação de Tratamento de Água Gama e do Sistema Corumbá.

Blog Edgar Lisboa,* Com informações da Adasa