Inicial / Outras Notícias / Agenda cultural traz como destaque a reta final do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; confira também outras atrações
Agenda cultural traz como destaque a reta final do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; confira também outras atrações - Blog Edgar Lisboa. Foto: Reprodução

Agenda cultural traz como destaque a reta final do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; confira também outras atrações

Print Friendly, PDF & Email

Retal final do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro está no topo da agenda cultural
Evento este ano tem programação descentralizada; confira outras atrações em teatro, exposições e moda

O final de semana chega com o 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro no topo da agenda cultura com atividades em espaços no Plano Piloto e em outras 7 Regiões Administrativas.

Além disso, o Espaço Cultural Renato Russo traz opções de teatro e o Museu da República, exposições imperdíveis, junto com o Espaço Niemeyer e o Museu Vivo da Memória Candanga.

No mês em que se celebra a Consciência Negra, a área externa do Teatro Nacional vai dar espaço a exposição e shows. O Centro de Dança é sede de desfiles de moda, palestras e oficinas. O Complexo Cultural Samambaia traz várias atrações. E nesse sábado e domingo, a Casa do Cantador receberá a 5ª Feira Cultural de Ceilândia.

Confira também nossas redes sociais: Instagram/Twitter/Facebook: @SececDF.

52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
30/11
14h: “Campus Santo”, de Marcio Curi seguido de debate, às 16h. Entrada gratuita. Cine Brasília
14h: “A batalha de Shangri-lá”, de Severino Neto. Entrada gratuita. Museu Nacional da República
16h: “Siron – Tempo sobre tela”, de Rodrigo Campos e André Guerreiro Lopes. Entrada gratuita. Museu Nacional da República
18h: (Reprise) “Sangro”, curta de Tiago Minamisawa, Bruno H Castro e Guto BR. Entrada gratuita. Museu Nacional da República
18h: (Reprise) “Amor aos vinte anos”, curta de Felipe Poroger e Toti Loureiro. Entrada gratuita. Museu Nacional da República
18h: (Reprise) “Volume morto”, Longa de Kauê Telloli. Entrada gratuita. Museu Nacional da República
19h: Cinema Itinerante no Paranoá – Cine Fusca, entrada franca. Praça Central do Paranoá (espaço do coreto)
01/12
17h: Premiados na Mostra Competitiva – Reprise do melhor curta e do melhor longa-metragem segundo o Júri Popular. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Cine Brasília
19h: Cine Fusca. Exibição gratuita – Sobradinho 2. Local: Estacionamento do CEF 08 na AR 3 Conjunto 1
20h: Premiados na Mostra Competitiva – Reprise do melhor curta e do melhor longa-metragem segundo o Júri Oficial. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
Confira a programação completa no site: http://www.festivaldebrasilia.com.br/programacao.

Espaço Cultural Renato Russo
Teatro – “Bistrô” – Direção de Marcelo Nenevê e Marina Olivier. Elenco: Félix Saab, João Quinto, Karoliny Rodriguez, Larissa Souza e Marcos Davi.
Sinopse: Em um café em Brasília, Frederico se encontra com Salvador Dalí, Frida Kahlo, Clarice Lispector e Tom Jobim para discutir seus desejos e o rumo de sua vida.
Sala Multiuso, sexta e sábado, 20h e domingo 19h, R$ 30 a inteira, 14 anos.
Teatro – “Rinoceronte” – Adaptação de Hugo Rodas
Sinopse: A montagem é baseada na peça homônima, marco do Teatro do Absurdo, expressão artística de vanguarda no período pós Segunda Guerra. “O rinoceronte”, na adaptação de Hugo Rodas, navega na metáfora que o autor da peça, o romeno Eugène Ionesco, desenvolveu de uma atmosfera cínica, grotesca e inquietante, que remete ao efeito manada visto em muitas sociedades diante de poderes autoritários.
Teatro Galpão, sexta e sábado, 20h e domingo 16h e 19h, R$ 20 a inteira, 16 anos.
Encontro “2ª Feira do Rabiscão Ilustrado”
Sinopse: O Rabiscão Ilustrado é um encontro de ilustradores profissionais e amadores que se reúnem para desenhar de forma coletiva, despretensiosa e divertida. A feira contará também com um bate papo com William Santiago sobre a vida de ilustrador freelancer, às 15h.
Área Central, Sábado, 10h às 18:00h, Entrada Franca; bate-papo, Inscrição R$ 20, Livre.
Programação completa: http://www.espacoculturalrenatorusso.com.br/

Museu Nacional da República
Exposições
“Simbólico Sagrado” (até 19/01)
Com curadoria de Thaís Darzé, “Simbólico Sagrado” selecionou 95 peças dos autores. “É um diálogo entre as obras de dois artistas negros, baianos, que tiveram o auge de suas produções durante as décadas de 1960 a 1980. Traduzem valores e posicionamentos muito semelhantes, ao defender e difundir cultura e legado dos povos africanos, pensando numa identidade genuinamente brasileira”, explica a curadora.
“Almandrade” (até 19/01)
Artista plástico, arquiteto, mestre em desenho urbano, poeta e professor de teoria da arte das oficinas de arte do Museu de Arte Moderna da Bahia e Palacete das Artes, Almandrade participou de várias mostras coletivas e individuais. Integrou movimentos de poemas visuais, multimeios e projetos de instalações no Brasil e exterior. É um dos criadores do Grupo de Estudos de Linguagem da Bahia que editou a revista “Semiótica” em 1974.
A exposição no Museu da República reúne obras de 45 anos de carreira do artista. São mais de 80 obras em técnicas variadas como desenho, escultura, pintura, maquetes e objetos, escolhidas pela curadora Karla Osório em conjunto com o artista.
“Doações 2019” (até 19/01)
O público ainda poderá visitar, rever ou conhecer trabalhos de artistas que passaram pelo Museu Nacional da República este ano e cederam peças que agora integram o acervo do equipamento.
Com o nome “Doações 2019”, visitantes apreciarão trabalhos de artistas consagrados como Yutaka Toyota, Sandra Mazzini, Ding Musa, Pedro Juan Gutiérrez, Gerson Fogaça, Lia do Rio, Nilce Eiko Hanashiro, Mila Petrillo entre outros.
Manu Militão – Projeto Border (até 12/01)
O projeto Border, do artista Manu Militão, estreia no museu nesta terça (12). A mostra reúne as obras produzidas por ele durante uma viagem de motocicleta de Brasília até o Alasca, passando por 14 países. Entrada franca. Classificação indicativa livre.
Arno Fischer (até 5/1)
Exposição de fotografias em preto e branco do fotógrafo alemão Arno Fischer (1927-2011), do pós-guerra, contemporâneo do francês Henri Cartier-Bresson (1908-2004). Os trabalhos mostram Berlim nesse período e série de fotografias Polaroid tiradas no jardim do artista.
Sábado e domingo, das 9h às 18h30, entrada franca, classificação livre
Telefones: (61) 3325-5220 e 3325-6410

Mês da Consciência Negra
30/11
09 às 17h – Exposição de produtos, cultura e africanidades
12h às 15h – Roda de Samba com Feijoada da Consciência Negra
Palco Principal
15h – Show Jean Musa e Banda
16h –Show Grupo Papel Marchê
17h – Dhi Ribeiro e Banda
18h – Show com Alex Ribeiro (RJ)
Área Externa do Teatro Nacional Cláudio Santoro, entrada franca, classificação livre.
Centro de Dança
Moda (desfiles, cursos e palestras) – Fashion Week 2019 e Brasília Trends Palestras
Sábado e domingo, de 14h às 22h, entrada mediante doação de 1 kg de alimento não perecível.
Detalhes da programação: https://www.instagram.com/brasiliatrends/

Espaço Oscar Niemeyer
“Bio O Quê?”
Reinaugurado no último mês de agosto, o Espaço Oscar Niemeyer recebe nova programação artística. Com lançamento previsto para a próxima quinta-feira (21), a nova atração do espaço cultural será a exposição “Bio O quê?”. De iniciativa conjunta da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec), da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, do Laboratório Ábaco e da Universidade de Brasília, a mostra retrata a Bioarte como meio de reflexão sobre a Bioeconomia.
Com obras de 26 artistas, conceitualmente alinhadas sob a tendência em voga da Bioarte, a “Bio O quê?” tem por finalidade levar o público a refletir sobre as relações sustentáveis entre o homem e o meio ambiente.
Até 21/01, entrada franca, livre.
Terça a domingo – 9h às 17h

Memorial dos Povos Indígenas
O Memorial dos Povos Indígenas mantém até 31 de dezembro a exposição “Menire Bê Kayapó Djàpêj” (A mulher Kayapó e seu trabalho). Ela reúne rico acervo fotográfico distribuído em painéis temáticos e didáticos e composto também de elementos da natureza, como sementes, ervas, remédios e artesanato à venda.

Horário de visitação: De terça a sexta-feira, das 9h às 17h; e sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h. Entrada franca, indicação livre.

Complexo Cultural Samambaia
30/11
Oficina “Grafite para mulheres”, no Ateliê das Artes
9h às 11h, atividade gratuita, classificação: a partir de 12 anos
Oficina “Dança para todos”, no Galpão Garagem
9h às 12h, inscrição R$ 60, livre.
Oficina “Dança contemporânea para crianças”, Sala de Dança
15h as 16h30, contribuição voluntária, crianças de 7 a 14 anos
Oficina “Canto Coral”, Sala Multiuso
10h às 12h, atividade gratuita, adultos e terceira idade
1º Seminário COMGEN (comunicação e gênero UCB), Sala Verônica Moreno e Sala de Dança
9h às 20h, atividade gratuita, livre
Sarau Dona Verônica, teatro Verônica Moreno
9h às 20h, entrada franca, livre
01/12
Espetáculo “Pertencer”, Teatro Verônica Moreno
20h, entrada franca, 18 anos

Museu Vivo da Memória Candanga
Exposições
30/11
“Image”, Casa Azul
Sinopse: Dupla exposição dos artistas plásticos Pierre & Costerus
“Candido Faria – Um brasileiro em Paris”, Sala de Exposição
Sinopse: Composta de três acervos que dialogam entre si com a temática de memória, afetividade e registro do tempo. Apresenta registros de vídeos, objetos e exemplares de lambretas antigas.
“Narrativas Afetivas da Cidade Livre”, Sala Multiuso
Sinopse: Composta de três acervos que dialogam entre simcoma temática da memória, da afetividade e doa registro do tempo. Apresenta registros de vídeos, objetos e exemplares de lambretas antigas.
Entrada franca e indicação livre.

Casa do Cantador
Nesse sábado e domingo a Casa do Cantador receberá a 5ª Feira Cultural de Ceilândia
30/11: 16h – André & Adriano
16h50 – Mamulengo Fuzuê
17h40 – Som de Classe
18h30 – Margô
19h20 – Marcelo Café
20h10 – Fuzuê Candango
21h – Teresa Lopes
21h50 – Caco de Cuia
22h40 – Viela 17
1/12)
16h – André Freitas e Adriano
16h50 – Lília Diniz
17h40 – Mamulengo Fuzuê
18h30 – Du Amaral
19h20 – Gerson De Veras
20h10 – Taleta de Bambu
21h – Paraibola
21h50 – GOG
5ª Feira Cultural de Ceilândia
Na Casa do Cantador (QNM 32, Área Especial, Ceilândia), no sábado (30/11) e no domingo (1º/12), das 16h à 0h. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *