Inicial / Destaques / Brasília aos olhos do mundo
Brasília aos olhos do mundo - Blog Edgar Lisboa. Foto: Arquivo/Agência Brasília

Brasília aos olhos do mundo

Print Friendly, PDF & Email

Em Londres, Setur divide um estande com o Consórcio Brasil Central num dos maiores eventos turísticos do mundo

Em um estande no concorrido centro de convenções Excel London, em Londres (Inglaterra), representantes da Secretaria de Turismo (Setur) do DF e do Consórcio Brasil Central marcam presença entre as participações brasileiras do World Travel Market (WTM), uma das maiores feiras de turismo do mundo, que começou no dia 4 (segunda-feira) e vai até dia 6 (quarta).

É nesse espaço que Brasília está sendo mostrada em todo seu potencial turístico para um público composto por empresários do setor de todo o planeta, num evento que, só no ano passado, registrou 51 mil participantes e cinco mil exibidores de 182 países diferentes, movimentando cerca de R$ 15,5 bilhões.

“Vamos apresentar a Brasília que temos sob o olhar do ecoturismo, da cultura e da nossa arquitetura, que são segmentos muito procurados”, ressaltou a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça. Ela cita, entre os destaques que compõem a pauta de Brasília, o ecoturismo e as modalidades de turismo cívico, rural, náutico, gastronômico e arquitetônico como elementos a caracterizar uma cidade pronta para receber turistas de todo o mundo.

Conectividade

Uma das prioridades da Setur tem sido a ampliação do número de voos internacionais diretos. Em abril, foi assinado com a empresa aérea portuguesa TAP um acordo de stopover (possibilidade de, na mesma viagem, ter dois destinos pelo preço de um, usufruindo de alguns dias na cidade de conexão do destino final). A expectativa é de um aumento médio de 20 mil turistas no primeiro ano após o início dessa operação.

Outro salto importante no turismo local foi, em junho, a criação de quatro novos voos diretos de e para Brasília: Cancún (México), Santiago (Chile), Lima (Peru) e Assunção (Paraguai) – esses dois últimos entrarão em operação, respectivamente, no dia 15 (sexta-feira) e em 15 de dezembro.  A inovação foi possível após Governo do Distrito Federal reduzir a alíquota do imposto sobre o querosene da aviação. Atualmente, essa taxa varia de 7% a 12%, sendo uma das mais baixas praticadas no Brasil.

Com essas iniciativas, o número de passageiros internacionais em Brasília cresceu 41% entre janeiro e agosto deste ano, conforme números da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Apenas nos oito primeiros meses de 2019, 217,9 mil passageiros provenientes de voos internacionais utilizaram o Aeroporto Juscelino Kubitschek, contra os 154,2 mil registrados no mesmo período de 2018.

O dado posicionou a capital federal no segundo lugar do ranking de terminais com os melhores desempenhos quanto a chegadas do exterior. Para receber esses passageiros, foram reabertas cinco unidades do Centro de Atendimento ao Turista (CAT). Alguns estavam fechados há mais de três anos. No início de 2019, apenas um funcionava precariamente.

World Travel Market

Com 40 anos de tradição, a feira mundial WTC tem como um dos objetivos ser um HUB (espaço que, além dos investidores, reúne empresas nascentes de base tecnológica com alto potencial de crescimento – as startups – e as médias e grandes empresas) de ideias turísticas. Durante sua realização, criam-se diversas oportunidades de negócios.

Por meio de empreendedores e lideranças de diversas áreas do turismo, a feira possibilita a conexão de ideias com oportunidades, como aventura, esportes, música e tecnologia. Há ainda um sistema que possibilita agendar reuniões, voltadas aos mercados prioritários e tipos de empresas/órgãos de interesse, conforme indicações dos participantes.

Blog Edgar Lisboa, *com informações da Setur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *