Inicial / Notícias / Cai a Inadimplência do consumidor

Cai a Inadimplência do consumidor

Print Friendly, PDF & Email

A inadimplência do consumidor registrou queda de 6,7% no primeiro trimestre no confronto com o mesmo período no ano passado, segundo o indicador da Serasa Experian divulgado nesta terça-feira (13). A redução é a maior contabilizada nos três primeiros meses do ano desde o início da série histórica, em 2000.

Segundo os economistas da Serasa, a diminuição se deve à boa conjuntura econômica, com mercado aquecido, geração de empregos e evolução na renda. Nesse intervalo, em 2009, o Brasil vivia o auge da crise econômica mundial, por isso a base de comparação é fraca.

Em março, o indicador mostra um aumento de 13,9% no comparativo com fevereiro. A alta se deve ao encerramento do prazo de pagamento para algumas despesas típicas de início de ano, como IPVA e gastos com escola. Além disso, em 2010, março teve cinco dias úteis a mais do que fevereiro e a alta dos preços dos alimentos reduziu os recursos disponíveis do consumidor para honrar suas dívidas. No confronto com o mesmo mês no ano passado, houve recuo de 9,1%, o maior entre meses de março desde 2000.

Para os economistas da Serasa, a perspectiva é de que a inadimplência continue em queda no acumulado no restante deste semestre, com possível pressão sobre o indicador na segunda metade do ano decorrente do maior endividamento da população e da elevação dos juros.

As dívidas com bancos seguem sendo responsáveis pela maior parte da inadimplência registrada no indicador (48,4%) no acumulado do primeiro trimestre, seguidas por pendências com cartões de crédito (32,6%) e cheques sem fundos (16,9%).