Latam informa que cobrará R$ 50 para despachar bagagem de 23 quilos

7 de março de 2017 Admin 0

A Latam empresa aérea informou nesta segunda-feira (6) que ainda este ano passará a cobrar R$ 50 pela primeira mala de 23 quilos despachada pelos passageiros nos voos domésticos, pela segunda mala de mesmo peso serão cobrados R$ 80, e o excesso de peso vai custar entre R$ 120 e R$ 200. Nos próximos meses, o despacho da primeira bagagem de 23 quilos ainda será gratuito e a cobrança será apenas sobre o excesso. A permissão para que as empresas aéreas cobrem para despachar as bagagens, aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), vale para quem comprar passagens a partir do dia 14 de março. O peso permitido para a bagagem de mão vai passar de 5 quilos para 10 quilos. A empresa informou que os seus voos para a América Latina terão a primeira mala de 23 quilos – Leia mais

Créditos de celulares terão validade mínima de 30 dias

21 de fevereiro de 2014 Admin 0

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou que os créditos de celulares pré-pagos tenham validade mínima de 30 dias. A obrigação está em um regulamento aprovado nesta quinta-feira (20) pela agência reguladora. De acordo com o relator da matéria, conselheiro Rodrigo Zerbone, a facilidade de compra de créditos de pré-pago faz com que, muitas vezes, o consumidor não seja informado sobre a validade do serviço, que, em alguns casos, expira em sete ou dez dias. “É difícil exigir que o atendente da padaria, da banca de jornal ou da farmácia saiba qual a validade desse crédito”, disse Zerbone. A empresa também terá que comunicar ao consumidor quando os créditos estiverem na iminência de expirar ou acabar e comercializar créditos com validade de 90 e de 180 dias. No ano passado, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região chegou a proibir – Leia mais

Caso François Hollande e da primeira(?) dama francesa

16 de janeiro de 2014 Admin 0

Os franceses têm fama de rabugentos e talvez por isso não se dobram com facilidade aos mexericos midiáticos. Nem que por dentro estejam morrendo de vontade de bisbilhotar. É o que se pode depreender das últimas pesquisas do Journal de Dimanche: a primeira delas diz que 77% dos cidadãos da pátria de Napoleão Bonaparte e do general Charles De Gaulle, até hoje odiados pela oligarquia europeia e americana, por não terem se deixado curvar ante o capitalismo selvagem, não admitem, em princípio, que a vida privada de si próprios e de seus líderes seja devassada para saciar a curiosidade dos mexeriqueiros. A segunda, feita a partir da revelação dos encontros secretos do presidente François Hollande com a atriz de TV Julie Gayet, num pardieiro perto do palácio presidencial, o requintado Élysée,  reforça ainda mais esta convicção, ao constatar que 84% – Leia mais

Operadora não pode exigir
fidelidade acima de 12 meses

3 de abril de 2013 Admin 0

É ilegal o contrato de comodato de telefone celular em que a operadora exige do consumidor prazo de permanência superior a 12 meses. A decisão é da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao julgar recurso da TIM Celular contra uma consumidora de Mato Grosso do Sul, que pediu rescisão contratual antes de cumprir a carência de 24 meses prevista no contrato. Seguindo o voto do relator, ministro Marco Buzzi, a Turma considerou que a fidelidade exigida pelas operadoras, em si, não é ilegal, desde que em troca a empresa telefônica proporcione alguma vantagem efetiva ao cliente, seja na forma de redução no valor dos serviços ou de desconto na aquisição de aparelhos. Entretanto, entendeu que o prazo superior a 12 meses foge à razoabilidade e fere o direito do consumidor de buscar ofertas melhores no mercado. Segundo – Leia mais

Vá reclamar com o bispo

2 de abril de 2013 Admin 0

“Os crônicos problemas da telefonia no Brasil estão gerando situações esdrúxulas. Incapazes de fornecer serviços decentes, compatíveis com os preços que cobram e com os lucros que auferem, essas empresas também não cumprem a obrigação de atender a legião de clientes que têm queixas a fazer.O texto é abertura do editorial desta segunda-feira(1), do jornal O estado de S.Paulo e mostra bem a situação da telefonia brasileira. O editorial com o título “Vá reclamar com o bispo” diz ainda: “Resultado: os consumidores insatisfeitos têm pedido ajuda à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O volume de reclamações à Anatel é tão grande que a agência teve de ampliar seu call center, ao custo de R$ 17 milhões anuais, bancado com dinheiro público. Conforme informou o jornal Valor (27/3), a Anatel promete cobrar essa conta das operadoras. “Não é correto que o – Leia mais