Cavalcanti quer acabar com o "duopólio" Visa e Mastercard | | Edgar Lisboa
Inicial / Notícias / Cavalcanti quer acabar com o “duopólio” Visa e Mastercard

Cavalcanti quer acabar com o “duopólio” Visa e Mastercard

Print Friendly, PDF & Email

O senador paraibano, Roberto Cavalcanti(PRB/PB) criticou, no Senado, a “excessiva concentração” do setor de cartões de crédito no Brasil, especificamente “o evidente duopólio capitaneado pelas bandeiras Visa e Mastercard, que controlam 90% do mercado”.

roberto_cavalcantiO senador afirmou que a pressão é tão forte que o próprio governo, representado pelo Banco Central, parece dividido, pois enquanto técnicos querem avançar na regulação do setor, o comando da instituição prefere sinalizar no sentido da auto-regulação. Lembrou ainda o parlamentar que enquanto proposta de técnicos do Banco Central sobre o assunto está pronta, à espera de uma decisão política, presidentes dos quatro maiores bancos privados do país estão negociando diretamente com o governo, no sentido de impedir regras intervencionistas para cartões.

“A maior preocupação dos banqueiros seria evitar que o governo proponha o fim da verticalização do setor, modelo de negócios pelo qual as empresas de cartão de crédito controlam todo o processo: credenciamento de lojistas, fornecimento de terminais de pagamento, captura e processamento de transações, compensação e liquidação das operações”, explicou o parlamentar

Ao concluir seu pronunciamento, Roberto Cavalcanti afirmou que por falta de regras no setor, os mais prejudicados acabam sendo os pequenos lojistas, por falta de “poder de barganha”.

“Tem que haver um disciplinamento. Da forma como os cartões de crédito operam hoje no Brasil, é inevitável o dano ao consumidor, é inevitável o dano aos lojistas”, afirmou.