Coluna Repórter Brasília | | Edgar Lisboa
Inicial / Repórter Brasília / Coluna Repórter Brasília
O presidente estadual do PT, deputado Raul Pont (foto), nos escreve dizendo que leu a matéria do Jornal do Comércio sobre as alianças na política do Rio Grande do Sul. “Ela dá uma ideia do que são os projetos ideológicos e programáticos dos partidos”, afirma Pont. O parlamentar questiona “se é uma confusão ou mero pragmatismo eleitoral”.

Coluna Repórter Brasília

Print Friendly, PDF & Email

PT aberto às alianças no Estado

O presidente estadual do PT, deputado Raul Pont (foto), nos escreve dizendo que leu a matéria do Jornal do Comércio sobre as alianças na política do Rio Grande do Sul. “Ela dá uma ideia do que são os projetos ideológicos e programáticos dos partidos”, afirma Pont. O parlamentar questiona “se é uma confusão ou mero pragmatismo eleitoral”. Raul Pont esclarece que, no encontro estadual em que “aprovamos o nome de Tarso, aprovamos também uma prioridade e preferência para uma política de alianças com PDT, PSB e PCdoB”.

deputado Raul Pont Foto: Divulgação
deputado Raul Pont Foto: Divulgação

Prioridade e identidade – assinala Pont – em função de que são partidos que estão no governo Lula e estão em oposição a Yeda. “Achamos que isso é coerente e transita com o movimento popular e sindical do Estado. Estamos abertos, também, para o P-Sol e outras siglas menores no campo popular”, diz Pont. “O problema é que isso não depende só da nossa vontade. A matéria citada é um exemplo. Não faltaram reuniões e propostas claras de nossa parte, mas as teses da terceira via, ou de impedir hegemonismos dos partidos maiores, circulam e se apresentam sem nenhuma consideração com nosso programa e nosso compromisso ideológico”, explica o deputado. “Infelizmente, essa é a realidade político-partidária do País. Vamos continuar trabalhando”, conclui o presidente regional do PT.

Fator previdenciário

A emenda que acaba com a conta que diminui o salário dos aposentados já está pronta para ser votada no Senado esta semana. Os senadores Paulo Paim (PT), Sérgio Zambiasi (PTB) e Pedro Simon (PMDB) juntaram forças pelo fim do fator previdenciário. A emenda, que já foi aprovada na Câmara dos Deputados, corre o risco de, após ser aprovada no Senado, ser vetada pelo presidente Lula.

Conversando com os netos

O livro “Conversando com os Netos”, do gaúcho Odacir Klein, já foi lançado em Porto Alegre, mas deverá ter sessão de autógrafos, em Brasília, em janeiro de 2010. Na primeira apresentação, no restaurante Barranco, 200 exemplares foram vendidos. Klein trata do próprio problema de alcoolismo e consegue sensibilizar seus leitores com uma mensagem positiva e generosa. “Era uma necessidade que eu sentia, divulgar essa mensagem para transmitir uma experiência e ajudar pessoas. É mais uma etapa cumprida na minha vida”, desabafa Klein. Hoje à noite, em jantar de confraternização, Odacir apresenta o livro, que será distribuído nacionalmente pela Fnac, a jornalistas.

Projeto de frigoríficos em debate

A proposta do senador Paulo Paim (PT) de diminuir a jornada de trabalho nos frigoríficos para seis horas diárias recebeu mais um ataque. Para o diretor-executivo do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado do Rio Grande do Sul, Rogério Kerber, a proposta é um equívoco. “Isso, ao invés de ajudar, vai ser um desastre não só para quem trabalha nas fábricas, mas também alcançará os produtores. A agroindústria e os frigoríficos são setores que têm uma participação muito forte no mercado internacional e já estamos perdendo espaço nesse mercado”, afirmou Kerber. Paim convocou uma audiência pública para debater o projeto. Kerber disse que, além de ir, mobilizará os empresários.

Curta

• O senador Pedro Simon (PMDB) homenageou os 50 anos da Faculdade de Direito da Universidade de Caxias do Sul. Ele foi o primeiro professor de Economia Política e Sociologia na Universidade.