Coluna Repórter Brasília | | Edgar Lisboa
Inicial / Repórter Brasília / Coluna Repórter Brasília
Homenagem gaúcha | Os 174 anos da Revolução Farroupilha foram intensamente comemorados também na Estância Crioula do Planalto. Um churrasco com danças típicas transformaram Brasília numa noite gaúcha. A revolução Farroupilha foi destacada por tradicionalistas, parlamentares, empresários e convidados que foram recebidos pela governadora Yeda Crusius e pelo deputado Professor Ruy Pauletti, o grande incentivador e capataz do encontro.

Coluna Repórter Brasília

Print Friendly, PDF & Email

Ré na contramão da história

“O Governo engata uma ré e vai na contramão da história, quando estabelece que o regime será de partilha em relação ao petróleo pré-sal”, criticou o deputado Onyx Lorenzoni (DEM) em seu mais recente discurso. “Qual o país desenvolvido do mundo têm regime de partilha? A resposta é nenhum. Vamos à lista? Os países que hoje se valem do sistema de partilha: Arábia Saudita, Irã, Iraque, Kuwait, Emirados Árabes, Líbia, Nigéria, Qatar, Angola, México, Azerbaijão, Índia, Omã, Egito, Rússia e Cazaquistão. Quem tem regime de concessão no mundo? Estados Unidos, Canadá, Grã-Bretanha, Noruega e Brasil. Estamos do lado daqueles que encontraram o melhor sistema de exploração”, afirma Lorenzoni.

Pela preservação do Pampa

O deputado Fernando Marroni (PT) está engajado na preservação do Pampa. O parlamentar pelotense apresentou Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pretende incluir o Pampa entre os biomas reconhecidos como patrimônio nacional. Até terça-feira, 51 deputados já haviam assinado a PEC. “Caso a PEC seja aprovada, a utilização do Pampa se fará na forma da lei, dentro de condições que assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais”, explica Marroni. Atualmente, apenas Amazônia, Mata Atlântica e Pantanal Mato-Grossense são considerados biomas nacionais. Pampa, Cerrado e Caatinga ficaram de fora. São necessárias 171 assinaturas para que a PEC comece a tramitar nas comissões da Casa.

Seleção de Notícias

Os gaúchos em Brasília são bem informados quanto as notícias do Rio Grande do Sul. Já as 5h30min da manhã, um bem feito clipping dos principais jornais do País e gaúchos, como o Jornal do Comércio, estão disponíveis nos computadores das lideranças, deputados, senadores e mais de uma centena de gaúchos que trabalham e moram em Brasília. Além disso, 200 jornalistas, formadores de opinião, também recebem as informações, uma síntese dos principais assuntos dos jornais. Essa seleção de informações é encaminhada também aos secretários de Estado e ocupantes de importantes cargos no Governo do Rio Grande do Sul. O trabalho de seleção e edição das informações mais importantes que repercutem no Estado é feito pelo jornalista Fábio Marçal que lê o material de madrugada para que as notícias cheguem cedo aos destinatários. Nos gabinetes parlamentares, os deputados recebem da assessoria o material impresso que é colocado nas mesas dos deputados.

Homenagem gaúcha

Os 174 anos da Revolução Farroupilha foram intensamente comemorados também na Estância Crioula do Planalto. Um churrasco com danças típicas transformaram Brasília numa noite gaúcha.

A revolução Farroupilha foi destacada por tradicionalistas, parlamentares, empresários e convidados que foram recebidos pela governadora Yeda Crusius e pelo deputado Professor Ruy Pauletti, o grande incentivador e capataz do encontro. Presentes lideranças gaúchas em diversos postos da esfera federal. Ao final do encontro, o diretor de Política Regulatória da OI, gaúcho de São Borja Carlos Alberto Cidade (foto) foi homenageado na voz de Valdomiro Maicá pelo trabalho que “sempre desenvolveu em favor do Rio Grande e suas tradições”.

O prefeito de Três Passos, Cleri Camilotti destacou a mais importante e significativa revolução da história do Brasil que, com ações corajosas e lutas destemidas, realizaram façanhas que projetaram o Rio Grande como um Estado diferenciado.