Inicial / Notícias / Convênio com hotel para hospedar servidores durante pandemia é tema de comissão
Convênio com hotel para hospedar servidores - Blog Edgar Lisboa. Foto: Reprodução/TV Web CLDF

Convênio com hotel para hospedar servidores durante pandemia é tema de comissão

Print Friendly, PDF & Email

Durante a reunião extraordinária remota da Comissão de Defesa do Consumidor (CDC) da Câmara Legislativa do Distrito Federal, nesta quinta-feira (21), o deputado Jorge Vianna (Podemos) comemorou a assinatura de um convênio, na manhã de hoje (21), entre a rede hoteleira Bittar e as secretarias de Saúde e de Turismo do DF a fim de hospedar cerca de duzentos servidores que trabalham no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), referência no combate à Covid-19. Além de facilitar o deslocamento dos profissionais até o hospital durante a pandemia, o objetivo da medida é evitar a propagação da doença e a contaminação daqueles que coabitam com os servidores. “É um reconhecimento do governador Ibaneis Rocha a esses profissionais, que estão deixando suas famílias e ficando isolados para exercer seu trabalho com dignidade”, afirmou Vianna.

Ceilândia – Já o deputado Chico Vigilante (PT) pediu mais atenção do governo para  a situação de Ceilândia, que registra o maior número de mortes por Covid-19 do DF. Na avaliação do parlamentar, que é morador da cidade desde 1977, Ceilândia poderá, em breve, ser também a primeira no ranking do maior número de infectados da capital, principalmente por causa da distribuição habitacional. Vigilante alerta que há, na parte mais antiga da cidade, lotes onde moram até trinta famílias em barracos. “A situação está ficando insustentável”, declarou. Ele argumentou contra a abertura geral dos estabelecimentos: “Se abrir tudo, depois não vai ter atendimento e nem UTI”. O parlamentar também pediu medidas protetivas para os trabalhadores terceirizados da rede hospitalar, como a testagem em massa.

Nesse aspecto, o deputado Jorge Vianna (Podemos) lembrou que, desde o início da pandemia, ele tem se preocupado com o momento no qual “a doença saísse do Plano Piloto e fosse para a periferia, quando nós saberíamos de fato a dimensão e a agressividade desse vírus”. Ainda segundo o parlamentar, Ceilândia é a maior cidade do DF com apenas um hospital pequeno, que não tem estrutura física para atender à população. Diante do cenário, Vianna considerou “acertada” a decisão de construir um hospital de campanha na região.

De acordo com o GDF, será construído um hospital de campanha em Ceilândia, com cerca de sessenta leitos, que funcionará ao lado da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na QNN 27. Participaram da reunião de hoje (21) os deputados Chico Vigilante (PT), Jorge Vianna (Podemos) e Valdelino Barcelos (PP).

Blog Edgar Lisboa/Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *