23 de novembro de 2017
Inicial / Outras Notícias / Distrito Federal teve 4.487 casos prováveis de dengue desde janeiro

Distrito Federal teve 4.487 casos prováveis de dengue desde janeiro

Print Friendly, PDF & Email

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal registrou 4.487 casos prováveis de dengue de janeiro até a 46ª semana epidemiológica, que terminou em 18 de novembro. O informativo com os dados está no site da pasta.

Do total, 3.961 são moradores da capital brasileira, e 526 de outras unidades da Federação, mas que usaram os serviços públicos distritais para fazer o diagnóstico.

As regiões administrativas que apresentaram mais ocorrências foram: Planaltina (507), Ceilândia (497), Samambaia (461), Gama (295), São Sebastião (277), Taguatinga (269), Santa Maria (264), Recanto das Emas (184), Estrutural (158) e Guará (134). Essas localidades correspondem a 77% do total de casos prováveis.

Segundo o boletim, dos residentes do DF, 19 registros eram graves, e houve 12 mortes por dengue. No mesmo período em 2016, ocorreram 42 casos graves e 23 óbitos.

Febre chikungunya e zika vírus

O informativo também apresenta dados da febre chikungunya e do zika vírus, doenças que, como a dengue, são causadas pelo mosquito Aedes aegypti.

A secretaria identificou 143 casos prováveis de chikungunya. Em 117 deles, trata-se de moradores de Brasília. Vinte e seis são de outras unidades federativas.

As maiores incidências da doença foram em Ceilândia (15), Taguatinga (15), São Sebastião (13) e Samambaia (11).

No caso do zika vírus, 65 residentes do DF foram diagnosticados com casos prováveis da doença, e 23 de outras unidades — o que totaliza 88 pessoas com registro na capital federal.

Samambaia (11), Taguatinga (7), Santa Maria (6), Planaltina (4), Gama (4) e Riacho Fundo (4) foram as regiões administrativas que mais registraram ocorrências.

Fonte: Agência Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *