Inicial / Outras Notícias / Fortunati recebe embaixador da França e empresários

Fortunati recebe embaixador da França e empresários

Print Friendly, PDF & Email

Prefeito recebe embaixador da França. Foto Luciano Lanes  PMPAPorto Alegre – O embaixador da França no Brasil, Bruno Delaye, e um grupo de empresários franceses foram recebidos pelo prefeito José Fortunati nesta segunda-feira (10), em reunião no Paço Municipal. A comitiva está no país para avaliar investimentos e expansões de plantas em operação  em Porto Alegre e em cidades da Região Metropolitana e do interior do Estado.

Estão em visita representantes das empresas Alston, de transmissão de energia e infraestruturas ferroviárias; Accor, rede hoteleira; ASO, eventos esportivos; GL Events, gestora de eventos, Sterela, sistemas de pesagens de caminhões; e Timac, produtora de agrofertilizantes. Os empresários manifestaram interesse no desenvolvimento da cidade por ocasião da Copa de 2014 e pela futura instalação do Centro de Eventos de Porto Alegre, em parceria da prefeitura com os governos do Estado e federal.

“Os investidores têm grande interesse na cidade pelo seu dinamismo. Porto Alegre é muito conhecida na França pela democracia participativa, assunto caro aos franceses”, afirmou Delaye.

Representantes da Agência Francesa de Desenvolvimento, com sede em Brasília, manifestaram disposição de estabelecer parceria para desenvolver projetos de qualificação da infraestrutura da cidade.

O prefeito reforçou a relação de parceria da cidade com a comunidade francesa, que teve turistas recebidos nesta semana por ocasião do amistoso da Seleção Brasileira, neste domingo, 10. “Ficamos muito honrados em receber os turistas franceses na nossa cidade, que mantém uma relação afetiva e de respeito com a França”, disse Fortunati, ressaltando que Porto Alegre tem todo o interesse em atrair investimentos que representem desenvolvimento e geração de emprego e renda.

A Coordenação de Relações Internacionais, ligada à Secretaria de Governança, ficará responsável no município pela articulação com as empresas e o governo francês.