17 de julho de 2018
Inicial / Outras Notícias / Gestores públicos debatem políticas de desenvolvimento do DF
Gestores públicos debatem políticas de desenvolvimento do DF - Blog Edgar Lisboa. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Gestores públicos debatem políticas de desenvolvimento do DF

Print Friendly, PDF & Email

Gestores do Executivo do Distrito Federal, entre eles o governador Rodrigo Rollemberg, e representantes de entidades ligadas ao setor produtivo assistiram, na noite desta segunda (27), à palestra de Jorge Melguizo.

O gestor público colombiano apresentou o modelo que ajudou a implementar em Medellín. Ele defende, por exemplo, o investimento em educação e cultura, a parceria entre entidades privadas, organizações não governamentais e universidades e a transparência na relação com a comunidade.

A atuação do palestrante, ex-secretário de Cultura e de Desenvolvimento Social, promoveu mudanças profundas na cidade colombiana, como a redução do número de homicídios em 90% e maior participação social.

Rollemberg elogiou a fórmula adotada e aproveitou para tirar dúvidas com o gestor sobre a implementação da mudança. “Essa apresentação servirá como estímulo para nosso debate interno, precisamos de uma motivação para darmos a volta por cima.”

“Na questão pública, às vezes somos cegos e surdos para entender que há outras formas de governar ou que a sociedade civil deve participar ativamente do governo. Devemos conhecer, reconhecer, valorizar e potencializar espaços de participação da sociedade”, destacou Melguizo.

Livro analisa percepções no ensino médio sobre educação em sexualidade

Depois da palestra, ministrada no Setor Hoteleiro Sul, o governador prestigiou o lançamento do livro Educação em sexualidade — perspectiva na vida de adolescentes e jovens?, de Mariana Braga Neves. A obra é uma análise sobre as percepções de estudantes e professores de ensino médio do Distrito Federal.

O objetivo da autora com a pesquisa é reafirmar a escola como um espaço de diálogo sobre sexualidade para diminuir os comportamentos de risco de adolescentes e jovens, entre eles, a discriminação relacionada à orientação sexual e de gênero. O evento ocorreu em um restaurante na 104 Sul.

Graduada em psicologia pelo Centro Universitário de Brasília (1997) e mestre em Educação (2015) pela Universidade Católica de Brasília — onde defendeu o tema que deu origem ao livro —, Mariana Braga Neves é especialista em gestão da qualidade e em planejamento e análise de políticas de educação e responsável por projetos de educação em sexualidade e educação inclusiva na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) Brasil.