Goiás: infraestrutura rural, veículos, regularização, Investimentos no campo | | Edgar Lisboa
Inicial / Destaques / Goiás: infraestrutura rural, veículos, regularização, Investimentos no campo
Ronaldo Caiado

Goiás: infraestrutura rural, veículos, regularização, Investimentos no campo

Print Friendly, PDF & Email

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) destacou a importância da gestão do Governo do Estado em promover políticas públicas que atendam diversos pontos de melhoria da sociedade nesta quinta-feira (30), em solenidade, dando como exemplo o setor agropecuário e o benefício que isso vai gerar a toda sociedade de Goiás.

“Tivemos uma pauta robusta de entregas e anúncio de benefícios voltadas ao agro que beneficiam os vários setores da sociedade. Estamos mudando a gestão pública na maneira de gerir os recursos e buscar eficiência para devolver Goiás aos goianos”, destacou em seu discurso.

Para Caiado o entendimento do Governo de Goiás é que o meio rural precisa ser alvo contínuo de investimentos para garantir a estabilidade necessária a uma retomada de toda a economia, tendo como premissa a atuação em diversas vertentes, seja através da valorização dos servidores públicos, dando condições ao seu trabalho, ao investimento em políticas sociais e à formação de parcerias para o desenvolvimento de ações.

A solenidade ocorreu no Parque Tecnológico de Inovação Rural da Emater, que fica na área do Campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás – UFG. Ronaldo Caiado assinou atos e anunciou também uma série de entregas e benefícios direcionados ao meio rural, que serão executados pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e órgãos interligados, como a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater); a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) e Centrais de Abstecimento de Goiás (Ceasa-GO).

“Tenho orgulho em ter recriado a pasta da Agricultura que tem trabalhado junto às jurisdicionadas de modo a fazerem com que o lucro e a renda cheguem a todos os produtores, do grande ao pequeno”, disse o governador.

Caiado defendeu o papel da Emater enfatizando de como a gestão precisa combater desvios e passar a ter foco no cidadão. “Temos que ter respeito com o público, a Emater havia sido dilapidada antes da nossa gestão, mas conseguimos retomar a sua importância e agora promover uma modernização que valoriza o servidor que nela trabalha e, principalmente, chega ao pequeno produtor, por isso estamos entregando veículos e equipamentos para a melhoria desse trabalho”, frisou.

Benefícios

Além dos investimentos na Emater, o governador também anunciou benefícios que contemplam a autorização para a aquisição de máquinas e implementos que serão cedidos a municípios goianos para serem utilizados no meio rural, entregas de títulos de regularização fundiária, melhorias para o Banco de Alimentos da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), implantação do Polo de Fruticultura Irrigada no Nordeste de Goiás e instalação de internet via satélite em assentamentos rurais.

“Ao longo da nossa gestão estamos transformando a realidade dos 246 municípios goianos. Conseguimos levar benefícios além da capital, como antes era feito e agora chegar a todos os cantos do nosso Estado. Com parcerias e muito trabalho, levando projetos, buscando conceder benefícios fiscais, de modo a promover as regiões mais humildes e criar empregos e renda, principalmente às famílias mais vulneráveis. Nosso compromisso é aplicar o dinheiro público em benefício da população e com a melhoria da qualidade de vida do goiano”, comemorou Ronaldo Caiado.

Secretário da Agricultura

O secretário de estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, afirma que os benefícios entregues e anunciados vão promover transformações significativas não só no meio rural, como também na população das cidades, a exemplo das parcerias feitas com as prefeituras e ainda com o Banco de Alimentos da OVG.

“Estamos celebrando ações trabalhadas nos últimos meses que cumprem importantes pilares determinados pelo nosso governador Ronaldo Caiado que são baseados no desenvolvimento regional, no crescimento econômico e social e ainda na inovação tecnológica”, destaca.

Conforme Antônio Carlos, com a recriação de uma Secretaria de Agricultura no Estado, a partir da gestão do governo atual, “muita coisa pendente foi resgatada e solucionada, refletindo em mais investimentos e oportunidades para os cidadãos do Estado. “Com apoio das nossas bancadas federal e estadual, e de parceiros importantes em todos os níveis, conseguimos desenvolver pautas baseadas no agronegócio e trabalhadas para o fortalecimento do Estado”, fala.

“Junto ao trabalho da bancada federal no Congresso, por exemplo, conseguimos resgatar R$ 71 milhões da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste – Sudeco que vão ser transformados em máquinas e implementos agrícolas cedidos aos municípios para melhoria da infraestrutura rural. Por outro lado, temos também um importante acordo com a Codevasf para transformar a região do Vão do Paranã, no Nordeste de Goiás, em um novo polo de fruticultura.”, exemplifica. E continua:” Ações como essas transformam a vida de todos no local, no meio rural e nas cidades, pois promovem melhorias que impactam toda a sociedade”.

Primeira Dama

Gracinha Caiado, primeira dama do Estado, que é presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), lembrou que o agronegócio tem tido uma grande responsabilidade, especialmente neste momento de pandemia “que é alimentar a sociedade, com um olhar especial aos mais vulneráveis”.

Segundo a primeira dama, os benefícios anunciados que atendem, sobretudo, os pequenos, vão contribuir para fazer de Goiás não só um Estado promissor economicamente, mas um Estado justo, na medida em que garante acesso e oportunidade a todos.

“Investir no agronegócio é investir no desenvolvimento, no crescimento econômico. É investir na renda e no futuro de centenas de famílias no Estado. É cuidado com o social”, defende Gracinha. Ela destacou que o gabinete de Políticas Sociais em parceria com a Seapa, Emater e Ceasa, tem feito aquisições destinadas à famílias vulneráveis garantindo não só a entrega de alimentos, como também dando condições para que essas famílias mais carentes possam se manter. Ela exemplificou com entregas já realizadas de sementes, kits de apicultura e alevinos.

Parcerias com o governo

O vice-governador, Lincoln Tejota, destacou na solenidade a importância da construção de parcerias no Governo para possibilitar a construção de projetos sólidos para a melhoria do Estado. “Sob a liderança do governador Ronaldo Caiado, temos tido parcerias com a bancada federal, com os deputados estaduais e todos os players federais e estaduais para fazer uma política centrada no desenvolvimento do estado, especialmente na construção desse novo momento com a pandemia”, destacou.

Sistema Faeg-Senar

O presidente do Sistema Faeg-Senar, deputado federal José Mário Schreiner, afirmou que os benefícios auniciados são frutos de parcerias diversas e que a contrução de um Estado mais promissor passa pela de todos os entes envolvidos.

“Todas essa ações anunciadas vão ao encontro das políticas públicas mais necessárias ao meio rural e que chegam não só aquele agro que brilha aos olhos do mundo, mas aquele escondido, do pequeno produtor que pouca gente vê. E o governo de Goiás, como nosso parceiro, tem cuidado disso, em resgatar essa dignidade dada ao produtor rural”, diz Schreiner sobres as parcerias.

Bancada goiana

A líder da bancada goiana, deputada federal Flávia Morais, destacou o trabalho dos parlamentares em parceria com o governo de Goiás para a viabilização de recursos em consonância às políticas públicas do Estado.

“Temos a alegria de ter uma gestão séria e responsável do nosso governador Ronaldo caiado e de sua equipe em atender demandas reais e de interesse de toda a sociedade. A Seapa é uma grande parceira nossa e essa aproximação conseguiu referendar investimentos que já eram quase perdidos”, destacou a parlamentar.

Sudeco

Nelson Vieira, da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste – Sudeco – afirmou que esse trabalho entre os diversos agentes do poder público contribuem para o benefício da sociedade. “A maioria dos recursos da Superintendência foram aplicados de 2018 para cá, sobretudo em 2019 e 2020 e isso foi graças ao empenho do governo e da bancada federal. Entendemos que são recursos aplicados em infraestrutura qua vão melhorar a vida das comunidades rurais e também dos empresários. Queremos que os benefícios cheguem a todas as regiões”, defende Vieira.

Emater

O presidente da Emater, Pedro Leonardo de Paula Rezende, comemorou as entregas feitas à Emater para modernização administrativa e tecnológica, além do anúncio do impulso das obras do Parque Tecnológico, que vão garantir um aumento na quantidade e na qualidade do atendimento extensionista ao produtor rural no interior, além da forte retomada na pesquisa científica e tecnológica para a modernização do campo.

“É importante ressaltar esse olhar do nosso governador em fazer uma Emater forte, independente e próxima dos pequenos produtores”, afirmou.

Febre aftosa – Balanço

Já o presidente da Agrodefesa, José Essado Neto, divulgou o balanço final da primeira etapa de vacinação contra a febre aftosa, que já chegou a 99,39% das cabeças de bovinos e bubalinos no Estado e comentou as orientações divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que alinham diretrizes gerais e mudam regras anteriores sobre a vigilância da febre aftosa, com vistas a dar continuidade na execução do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), do governo federal.

Entregas e anúncios feitos

Maquinário

Na cerimônia foi assinada autorização para processamento de compra de cerca de 500 equipamentos, no valor total de R$ 71,4 milhões, com recursos da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e da bancada federal goiana, que vão ser disponibilizados a mais de 130 municípios goianos para recuperação de estradas de acesso às propriedades rurais e manejo de água e solo, além de serem utilizados na produção agropecuária, contemplando os itens necessários para preparo, plantio e colheira nas pequenas, médias e grandes propriedades rurais.

Entre o maquinário que será adquirido com esses recursos estão  retroescavadeiras, motoniveladoras, pás-carregadeiras, tratores, implementos e caminhões-pipa. Também serão adquiridos caminhões de lixo, que serão utilizados no primeiro programa do Estado de coleta de lixo no meio rural, com o objetivo de combater queimadas de detritos que podem provocar incêndios no campo.

Governo de Goiás e Codevasf

Na cerimônia foi assinado, também o termo de cooperação entre o Governo de Goiás e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que prevê a implantação do Polo de Fruticultura Irrigada na Região Nordeste do Estado,  região conhecida como Vão do Paranã.

Serão disponibilizados R$ 13 milhões aplicados em um estudo de viabilidade econômica no projeto de Assentamento Santa Maria, em João D’Aliança, com 168 famílias; e no Projeto de Assentamento Bom Sucesso/Santa Cruz, em Flores de Goiás, com 72 famílias; além da revitalização da Barragem do Rio Paranã, que engloba os municípios de Formosa, São João D’Aliança e Flores de Goiás. Segundo o governo do Estado, o propósito é promover a inserção de produtores rurais familiares no sistema produtivo de frutas, com aproveitamento da mão de obra familiar, melhoria das condições de vida e ascensão social.