22 de novembro de 2017
Inicial / Notícias / Homicídios caem 22,1% no Distrito Federal no primeiro semestre de 2017
Homicídios caem 22,1% no Distrito Federal no primeiro semestre de 2017 - Blog Edgar Lisboa. Foto Foto: Fernando Caixeta/G1

Homicídios caem 22,1% no Distrito Federal no primeiro semestre de 2017

Print Friendly, PDF & Email
Homicídios caem 22,1% no Distrito Federal no primeiro semestre de 2017 – Blog Edgar Lisboa. Foto Foto: Fernando Caixeta/G1

As estatísticas relacionadas à maioria dos crimes monitorados pelo programa Viva Brasília — Nosso Pacto Pela Vida — apresentaram redução significativa nos seis primeiros meses de 2017 no Distrito Federal.

De janeiro a junho deste ano, 240 pessoas foram vítimas de homicídio, contra 308 em 2016. A redução foi de 22,1%. No período analisado, ocorreram 7,7 execuções para cada grupo de 100 mil habitantes, enquanto a taxa do ano anterior ficou em 10,2.

Quando o recorte leva em consideração apenas o mês de junho de cada ano, o resultado da política de combate à violência se mantém positivo, com queda de 16,7% no número de pessoas assassinadas.

Os latrocínios (roubos seguidos de morte) também diminuíram de 22 para 18 na comparação semestral. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (7), pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social.

Roubos a residências, em veículos e no comércio

Os números ainda apontam queda de 2,3% nos roubos a residências. Enquanto no primeiro semestre de 2016 ocorreram 469 delitos dessa natureza, foram 458 neste ano. Já na comparação apenas dos meses de junho de 2016 e de 2017, houve alta de 36,8%.

Segundo a cúpula da Segurança Pública, o policiamento direcionado a áreas com maior mancha criminal fez com que a capital do País registrasse queda na quantidade de roubos a comércio.

Foram 1.540 em 2016, contra 1.080 em 2017, o que configura uma redução de quase 30%. Caíram também os roubos de veículos (- 4,9%) e os furtos no seu interior (- 5,8%).

Uma das preocupações das forças que integram a segurança pública no DF é quanto aos roubos em transporte coletivo, que tiveram alta de 11,8%. Passaram de 1.269 ocorrências, nos seis primeiros meses de 2016, para 1.419 no mesmo período de 2017.

Outro bom indicador nos números é a diminuição de 40% das mortes no trânsito. De janeiro a junho de 2016, 191 pessoas perderam a vida nas vias e estradas do Distrito Federal. Já em 2017, o número caiu para 115.

As estatísticas em declínio são resultado das frequentes operações do Departamento de Trânsito (Detran) e da Polícia Militar do DF para retirar das ruas motoristas imprudentes. Só no mês de junho deste ano, 1.593 condutores foram autuados por dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

Veja a íntegra do balanço de junho de 2017 da segurança pública em Brasília.

Agência Brasília