Inicial / Outras Notícias / Investimento de 1 bilhão em saneamento básico, defende secretário de obras do Rio Grande do Sul

Investimento de 1 bilhão em saneamento básico, defende secretário de obras do Rio Grande do Sul

Print Friendly, PDF & Email

Um grande convênio com a Fundação Nacional de Saúde de R$ 1 bilhão para investimentos em saneamento básico de construção de sanitários domiciliares é a meta do Secretário de Obras e Habitação do Rio Grande do Sul, José Stédile. As tratativas começaram a ser discutidas com o presidente da Funasa, Ronaldo Nogueira para que seja firmado um Termo de Cooperação Técnica entre a Funasa e o Governo do Rio Grande do Sul.

O secretário José Stédile afirmou que a intenção da assinatura do Termo é de fomentar medidas que vão desde o levantamento e diagnóstico das necessidades de saneamento, apoio as ações estruturantes até a ampliação da capacidade de acompanhamento de obras a serem executadas no período.

Na avaliação de Ronaldo Nogueira, promover a saúde pública e a inclusão social por meio de ações de saneamento e saúde ambiental é vital. “Vamos trabalhar pela prevenção de doenças, inclusão social e melhoria da qualidade de vida das comunidades gaúchas”, assinalou o presidente da Funasa.

Nas reuniões em busca de recursos, em Brasília, José Stédile, que foi deputado federal, conhece bem o caminho da “garimpagem”, das verbas federais para investimentos. Entre suas prioridades à frente da Secretaria de Obras e Habitação estão a regularização fundiária, a construção de moradias “para aquecer a economia e dar condições de moradia para as pessoas que não tem, anunciou o secretário. Disse que a Secretaria de Habitação e Obras do Rio Grande do Sul, planeja intensificar o trabalho na área de água e esgoto.