Jornais Gaúchos Investem em Tecnologia | | Edgar Lisboa
Inicial / Notícias / Jornais Gaúchos Investem em Tecnologia

Jornais Gaúchos Investem em Tecnologia

Print Friendly, PDF & Email

Uma boa notícia na área de comunicação impressa. O Jornal de Gramado e Zero Hora implantam sistema de localização dos acontecimentos nos mapas da cidade. A informação é da Coletiva Net. O importante é que o principal jornal do Rio Grande do Sul (Zero Hora) está investindo em tecnologia no jornal impresso. Muito importante também que o Jornal de Gramado (do interior), do Grupo Sinos, o gigante do vale, também implanta projeto acompanhando a modernidade. É um bom exemplo para os jornais brasileiros e de alguns outros países. A matéria:

Coletiva.net - Jornais investem em tecnologia para atrair os leitores
Coletiva.net - Jornais investem em tecnologia para atrair os leitores

O Jornal de Gramado utiliza em seu site, desde o início de novembro, uma tecnologia para aproximar ainda mais seus leitores da notícia e permitir a exata localização de cada acontecimento. Trata-se de um mapa interativo, permanentemente disponível na página do jornal, no qual marcadores indicam ao internauta o local onde aconteceu cada notícia. Basta clicar sobre um marcador para ter o título da notícia ou abri-la para ler todo o conteúdo.

Este sistema foi implantado pela equipe de Tecnologia da Informação do Grupo Sinos, com a coordenação do diretor executivo Fernando Alberto Gusmão. “Nós utilizamos a tecnologia de geotagging, que é o processo de adição de metadados na identificação geográfica. No caso do JG, incluímos todas as últimas notícias no local onde elas ocorrem”, explicou Gusmão.

Tecnologia semelhante foi implantada por Zero Hora.com, conforme Coletiva.net registrou no último dia 17. A partir desta segunda-feira, 23, os leitores poderão encontrar as notícias em um mapa de Porto Alegre, através do site do projeto Locast, acessado em zerohora.com. O experimento é uma parceria entre o Grupo RBS, o Massachusetts Institute of Technology (MIT), a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e a TIM.

Na atual fase do projeto, o site é abastecido por vídeos produzidos por sete jornalistas de Zero Hora e por 25 alunos da Faculdade de Comunicação Social da PUCRS. Os participantes utilizam celulares fornecidos pela TIM para enviar as notícias. Os aparelhos produzem vídeos, transmitem o conteúdo pela internet e, ao mesmo tempo, localizam onde o material foi produzido. Cada conteúdo se transforma, no site, em um ponto verde marcado no mapa. O leitor pode, então, procurar as notícias do seu bairro ou próximas ao seu local de trabalho.

Este sistema foi implantado pela equipe de Tecnologia da Informação do Grupo Sinos, com a coordenação do diretor executivo Fernando Alberto Gusmão. “Nós utilizamos a tecnologia de geotagging, que é o processo de adição de metadados na identificação geográfica. No caso do JG, incluímos todas as últimas notícias no local onde elas ocorrem”, explicou Gusmão.