Inicial / Outras Notícias / Polícia investiga envolvimento de pai na morte de criança de dois anos
Mulher é suspeita de matar criança de dois anos em Vicente Pires - Blog Edgar Lisboa. Foto: Reprodução

Polícia investiga envolvimento de pai na morte de criança de dois anos

Print Friendly, PDF & Email

Até então, os investigadores trabalhavam apenas com a versão de que a mãe da menina fosse a autora do crime

Mulher é suspeita de matar criança de dois anos em Vicente Pires

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, ela teria cometido o crime em função de problemas conjugais com o marido

Uma mulher é apontada como suspeita de matar uma criança de dois anos e dois meses a facadas, na manhã desta quinta-feira (13/2), em Vicente Pires. Segundo informações preliminares da Polícia Militar, a criança seria enteada da mulher e ela teria cometido o crime por causa de problemas conjugais com o marido.

De acordo com a PMDF, após matar a criança, a mulher também teria tentado golpear o marido com uma faca. No entanto, ele teria conseguido desarmar a esposa. Em seguida, o homem teria percebido que a filha estava ferida. O Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (SAMU) compareceu ao local e constatou a morte da criança.
A Polícia Militar foi acionada e prendeu a mulher em flagrante. A suspeita foi encaminhada para a 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro), que investiga o caso.

A proprietária do prédio onde os envolvidos moravam, Maria Gilmara Sousa, 44 anos, alugava o apartamento há cerca de um ano para o rapaz. De acordo com ela, a mulher teria chegado há, aproximadamente, três meses junto com a criança. “Ele morava só, a princípio. Depois, foi que a mulher veio com a filha. Mas ninguém sabe nada dela aqui. Se eu vi ela, foram umas duas vezes, quando fui resolver um vazamento no apartamento (sic)”, disse.

Ainda segundo Maria Gilmara, o casal não causava polêmica na vizinhança. “Os vizinhos falavam que não tinham confusão nenhuma. Conversei com minhas inquilinas e elas falaram que nunca viram problema com ele. Não tinha uma reclamação”, pontuou.

Blog Edgar Lisboa, com informações do Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *