Para Heinze, presidente tem que decidir senão o baile continua do jeito que estava antes

Para Heinze, presidente tem que decidir senão o baile continua do jeito que estava antes – Blog Edgar Lisboa. Foto: Divulgação Internet

O deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS) disse que estava aguardando uma posição do presidente Michel Temer. Acho que ele tem que tomar uma decisão, ele vai ter que se explicar. Se tem gravação, não tem gravação, não pode ficar nessa de há eu disse, não sei o que, tem que falar devidamente e ver o que o cara vai responder devidamente sobre esse assunto”.

“A situação é grave”, avalia Heinze: “você imagina está fazendo um combate à corrupção e continua o baile do jeito de estava antes. Então vamos esperar para ver o quê que vai vir diferente, mais infelizmente vai ter que decidir”, assinalou.

Luis Carlos Heinze afirmou que via “dificuldades nessa transição. O que não pode é botar fogo no circo, nesse momento, a direita, o centro, a esquerda, é preciso muita maturidade”. Segundo o parlamentar, tem que ter um nome de consenso se fosse o caso, ou de uma eleição direta, ou de eleição indireta dentro da Câmara e do Senado se fosse o caso. Tem que ter uma eleição de alguém que tenha condição de levar adiante a economia, o País está se recuperando, entende! Eu acho que estas coisas tinham que ser acertadas e a partir daí, levar para frente”.

Uma coisa que pode acontecer, segundo Luis Carlos Heinze, é essa decisão segura. “Eu estava com o Caiado ontem de noite (17) e aí até eu levantei essa questão. Mas a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pode daqui um pouco dar um encaminhamento. Um processo semelhante ao que aconteceu agora recentemente com o governador do Amazonas”.

Para Heinze, “tem lastro para uma solução. Agora primeiro tem que ter essa fala do Michel; ele tem que falar, tem que se defender. Eu não sei de nada, eu só sei do que está na televisão, do que está na mídia nesse momento. Mas temos que ter muita maturidade, muita disciplina. Nós temos que ajudar nesse processo; não a botar fogo no circo. Os produtores daquele Funrural, aquilo queria incendiar tudo. Não sei, eu nem imaginava esse negócio aqui. Agora como é que eu vou dar força para o PT que está querendo botar fogo no circo. Agora com Michel ou sem Michel, tem que ter uma pessoa centrada para um porto seguro; tendo eleições diretas ou indiretas, é isso que eu defendo”, concluiu o deputado.

Seja o primeiro a comentar

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*