Inicial / Notícias / Parceria busca inserir no mercado de trabalho jovens em situação de vulnerabilidade
Parceria busca inserir no mercado de trabalho jovens em situação de vulnerabilidade - Blog Edgar Lisboa. Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Parceria busca inserir no mercado de trabalho jovens em situação de vulnerabilidade

Print Friendly, PDF & Email

Executado pela Sejus em parceria com o Sesi, projeto Vira Vida pretende prepará-los profissionalmente e melhorar-lhes a auto-estima

Cerca de 100 jovens entre 14 e 21 anos em situação de vulnerabilidade social serão atendidos pelo programa Vira Vida em outubro. A ação, executada pela Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus), foi viabilizada nesta sexta-feira (11/10) com a assinatura de convênio celebrado entre a pasta e o Serviço Social de Indústria (Sesi), em cerimônia realizada no Palácio do Buriti.

O evento contou com a presença do governador Ibaneis Rocha e dos secretários de Justiça, Gustavo Rocha; de Governo, José Humberto Pires; e da Juventude, Léo Bijos. “É uma parceria importante, com o objetivo de cuidar dos jovens do DF e, principalmente, daqueles que mais necessitam, que estão em situação de risco ou vindo do sistema socioeducativo”, elogiou Ibaneis Rocha.

Durante a cerimônia, o chefe do Executivo sinalizou a intenção de levar o programa para o âmbito nacional. “Temos que levar esse programa para o governo federal. Vamos marcar uma visita no Ministério da Cidadania, com o ministro Osmar Terra, para que a gente insira esse programa no âmbito federal. Isso é para que nós, por meio do exemplo dessa parceria com as entidades do Sistema S, possamos recuperar todos esses jovens e colocá-los em boas condições no mercado de trabalho”, acrescentou Ibaneis.

O projeto Vira Vida atende jovens com histórico de evasão escolar e/ou de repetência e vínculos com familiares fragilizados ou rompidos. Eles são contemplados com várias atividades como qualificação profissional e educação básica. A proposta conta com o apoio de uma equipe multidisciplinar, integrada por psicólogos, pedagogos, assistentes sociais – além de parceria com diversos órgãos, como Ministério Público e Defensoria Pública. Os contemplados em outubro farão parte da 13ª turma do projeto.

Na solenidade, o secretário da Sejus, Gustavo Rocha, anunciou que vai oferecer oportunidade de trabalho aos jovens do Vira Vida nos órgãos da Secretaria. “Queremos contribuir com esse projeto que, além de inseri-los no mercado de trabalho, promoverá a restituição de seus direitos com acompanhamento psicossocial, elevando a autoestima”, destacou.

Além da capacitação, os participantes recebem aulas de reforço nas disciplinas de português e matemática, e participam do módulo de atividades voltadas para o desenvolvimento humano, que inclui roda de terapia comunitária, vivência de resgate da autoestima, projeto de leitura, adolescentes em ação e projeto conviver. Os inscritos são acompanhados pelo projeto durante os seis primeiros meses após o ingresso no mercado de trabalho.

Vira Vida
Criado em 2008 pelo Conselho Nacional do Sesi, o Vira Vida foi implementado no DF em novembro de 2009 e já atendeu mais de 600 adolescentes. A primeira etapa do programa é realizada pelos conselhos tutelares, que recebem e encaminham os jovens para o primeiro atendimento que é realizado no Centro 18 de Maio, vinculado à Sejus.

No primeiro mês é realizada a fase de socialização e acolhimento. Nos 15 meses seguintes, eles frequentam aulas da educação básica do Sesi-DF, além de participarem de cursos de formação profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

“Os meninos e as meninas chegam até nós com demandas que vão desde carências pessoais a cuidados com a saúde. Nosso trabalho é suprir todas essas necessidades”, disse a coordenadora do Vira Vida, Cida Lima.

Blog Edgar Lisboa, *Com informações da Sejus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *