Inicial / Outras Notícias / Paulo Roriz toma posse como deputado distrital

Paulo Roriz toma posse como deputado distrital

Print Friendly, PDF & Email

Paulo RorizA partir desta segunda-feira (4), a Câmara Legislativa passa a contar com um novo deputado: Paulo Roriz (PP) assume a vaga deixada por Raad Massouh (PPL), cujo mandato foi cassado na última quarta-feira (30). Roriz tomou posse às 16h de hoje, no gabinete da Presidência da Casa, na presença dos deputados Agaciel Maia (PTC), vice-presidente; Aylton Gomes (PR) e Eliana Pedrosa (PPS) – todos da Mesa Diretora. O vice-presidente empossou o parlamentar em virtude da ausência do presidente da CLDF, Wasny de Roure (PT).

Paulo Roriz vai exercer pela segunda vez o mandato de deputado distrital. O primeiro foi entre 2006 e 2010. Recentemente, ele ocupou o cargo de secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana no governo do Distrito Federal. O parlamentar disse que vai retomar o trabalho no Legislativo do ponto onde parou, lembrando ter tido oito projetos de lei sancionados, ou seja, que viraram leis.

Até as eleições de 2014, Roriz adianta que o foco de seu trabalho vai ser acompanhar e interferir na tramitação do Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCUB) e da Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos), ambos do Executivo. “Temos que olhar com bastante cuidado para esses projetos, para que a população não seja pega de surpresa”, disse.

Questionamento – A perda do mandato de Raad e a convocação de Paulo Roriz foram publicadas no Diário da Câmara Legislativa (DCL) de hoje, como atos vinculados. Roriz ficou como primeiro suplente de Raad por ter tido 16.762 votos, atrás dos 17.997 votos obtidos pelo deputado cassado. Quando foram eleitos, ambos eram do Democratas (DEM). O antigo partido e o segundo suplente – Hamilton Teixeira dos Santos (DEM), conhecido como Tatu do Bem – protocolaram na CLDF no final da última semana requerimento defendendo que o mandato pertence à legenda e, não, a Paulo Roriz. Os documentos estão sendo analisados pela Procuradoria-Geral da Casa, que deve ter um parecer até o final desta tarde.