10 de outubro de 2017
Inicial / Repórter Brasília / Pontes Porto Xavier e Porto Mauá Brasil Argentina

Pontes Porto Xavier e Porto Mauá Brasil Argentina

Print Friendly, PDF & Email

 

Na reunião da bancada gaúcha, nesta terça-feira (10), no Congresso Nacional, dois assuntos de importância para o Rio Grande do Sul, Brasil e Argentina, foram apresentados por prefeitos e lideranças buscando o apoio dos parlamentares: duas pontes ligando Porto Xavier e Porto Mauá, à Argentina. Prefeitos e lideranças das missões estão garimpando recursos orçamentários. A sugestão é colocar uma emenda no orçamento e buscar dinheiro do Bird já que existe ampla utilização para o turismo na rota das missões que atingem os países do Paraguai, Uruguai e Argentina com o Brasil e também para utilização para o transporte de cargas.

Circuito Jesuita da América Latina

Marcos Mattos, Secretario Executivo da FUNMISSOES disse ao Repórter Brasília que foi apresentada para uma emenda da bancada gaúcha para o orçamento de 2018 para construção da Ponte Internacional Porto Xavier/RS/Brasil X San Javier/Misiones/Argentina. A Ponte fica exatamente no centro da Ruta Jesuítica Internacional que integra um novo destino turístico do Mercosul  no Brasil, Argentina e Paraguai. São os “30 Pueblos Jesuítas Guaranis que formam o Circuito Jesuíta da America Latina. Na próxima semana a bancada gaúcha irá definir as prioridades. Uma comitiva de 45 pessoas das Missões entre prefeitos, vices, vereadores e secretários estiveram presentes. Foi a maior comitiva da reunião.

Empreendimento tem investidor

O investimento deve estar na ordem de 40 milhões de dólares, avalia o deputado Luís Carlos Heinze, que participa do mutirão para construção das ligações. Ele explica que na ponte de Porto Mauá, já existe uma proposta mais concreta. Um investidor vai apresentar   ao ministro dos transportes nesta quarta-feira (11) uma proposta com investimento em torno de 40 milhões de dólares, público-privado, com o governo da Argentina e do Brasil onde seriam aportados recursos para a construção da ponte, em troca da concessão, num prazo de 30 anos. A empresa aplicaria logo 20 milhões de dólares e depois mais 20 para a construção da obra. O Brasil pagaria 10 milhões de dólares, a partir do quarto ano e a Argentina também pagará seus 10 milhões de dólares a partir do ano quatro. “Os valores são apenas para que se tenha, uma ideia, afirma Heinze, acrescentando: “é um assunto que vem sendo trabalhado há muitos anos buscando atender aos interesses dessas comunidades. ”

Guardas Municipais

Ao fazer um pronunciamento no Plenário da Câmara relativo ao Dia da Guarda Municipal, comemorado nesta terça-feira (10), o deputado federal Jones Martins (PMDB-RS) sugeriu que o Parlamento adote medidas que permitam o uso de armas por integrantes das corporações, mesmo fora de serviço: “temos que nos mobilizar e aprovar medidas importantes para a segurança pública e aos profissionais das nossas Guardas Municipais”. Na opinião do parlamentar, o guarda municipal deve ter porte de arma, não só durante o expediente, mas 24 horas por dia. “Muitos desses profissionais que fazem a nossa segurança, saem do trabalho e ficam à mercê da criminalidade. Precisamos discutir esse tema e aprovar um plano de carreira para essa categoria”, enfatizou Jones.

Curta

Para o deputado Stédile (PSB-RS), o assunto da semana, no Congresso Nacional, é a CPI da JBS e J&F, lá estão acontecendo as oitivas e   talvez surjam mais coisas polêmicas na CPI mista que se reúne no Senado.

Bibliotheca Pública Pelotense, livro de Klécio Santos, será lançado, em Porto Alegre, dia 19 de outubro, às 19 horas, no Museu de Arte do Rio Grande do Sul, na Praça da Alfândega.

O senador Paulo Paim (PT-RS) lança seu primeiro livro sobre a previdência. Esteve, no final do mês, em Passo Fundo e no início da semana em Caxias. Paulo Paim estará, em novembro, na Feira do Livro, em Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *