Inicial / Notícias / Rio com bilhete único em fevereiro

Rio com bilhete único em fevereiro

Print Friendly, PDF & Email

O usuário de transporte coletivo no Rio de Janeiro, pagará R$ 4,40 e poderá viajar por até duas horas em dois modais, como ônibus, vans, metrô, trem e balsa, desde que um deles seja intermunicipal.

O benefício vale também para quem pega um transporte intermunicipal que custe mais de R$ 4,40. Só será possível usar o bilhete eletrônico duas vezes por dia, com no mínimo uma hora de diferença entre as viagens.

Para solicitar o Bilhete Único, o usuário deverá fazer um cadastro pessoal, cujo objetivo é evitar fraudes. O valor carregado no cartão terá validade de um ano. Quem usa vale-transporte também tem direito ao benefício. As regras foram instituídas em lei publicada neste dia 30, no Diário Oficial do Estado do RJ.

Os municípios fluminenses incluídos no Bilhete Único Intermunicipal são: Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Mangaratiba, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Paracambi, Queimados, Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá.

O pagamento dos subsídios será feito por meio do recém-criado Fundo Estadual de Transportes, vinculado à Secretaria de Transportes. O sistema permitirá o acompanhamento online das operações dos cartões eletrônicos. A previsão do governo do Rio é investir R$ 220 milhões na manutenção do sistema de Bilhete Único em 2010.

Depois da iniciativa do governador Sérgio Cabral, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, manifestou em entrevista a uma rádio, disposição de criar um bilhete único na cidade até o fim do primeiro semestre de 2010.

A Prefeitura confirmou a intenção, mas disse não haver detalhes sobre o projeto, que está em estudo na Secretaria Municipal de Transportes