Segunda-feira, 17 de agosto de 2009 | | Edgar Lisboa
Inicial / Repórter Brasília / Segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Print Friendly, PDF & Email

Tucanato gaúcho em BH
O vice-presidente nacional do PSDB, deputado Cláudio Diaz, e a presidente estadual da sigla, deputada estadual Zilá Breitenbach, juntamente com outros membros da executiva estadual, estarão hoje, às 16h, em Belo Horizonte, reunidos com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB). Na pauta, questões políticas do Rio Grande do Sul e eleições 2010. Também participam da reunião o deputado Professor Ruy Pauletti, o secretário Daniel Andrade (Infraestrutura e Logística), o prefeito Luiz Irineu Schenkel (Nova Petrópolis), Vera Callegaro (PSDB Mulher) e Lucas Redecker (PSDB Juventude). Amanhã, parte do grupo terá reunião, em Brasília, com o presidente nacional do partido, senador Sérgio Guerra (PE). Em tempo, os tucanos acreditam que a candidatura à reeleição de Yeda Crusius será mais fácil com Aécio disputando a presidência da República.

Mendes Ribeiro Filho pergunta
O deputado Mendes Ribeiro Filho (PMDB) protocolou consulta no Tribunal Superior Eleitoral com dúvidas sobre a candidatura de vice-prefeito. O peemedebista pergunta se vice-prefeito que acumula funções equiparadas a secretário da Administração pode se tornar inelegível. “Para fins de inelegibilidade, o vice-prefeito com atribuições e funções que extrapolam a simples substituição do titular, fixadas em lei municipal, portanto inerentes ao cargo, equipara-se a secretário da Administração?”, pergunta Mendes Ribeiro Filho. “Sendo positiva a resposta anterior, tratando-se de investidura através do voto, o vice-prefeito deverá renunciar, licenciar-se ou, ainda, simplesmente não assumir a titularidade do cargo de prefeito, seja em substituição ou sucessão do titular, no prazo de seis meses que antecedem o pleito?”, completa o parlamentar.

Dez cidades mais populosas
Dados publicados no Diário Oficial da União (DOU) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que Porto Alegre não está mais entre as 10 cidades mais populosas do Brasil. A Capital gaúcha perdeu, em 2009, seu posto para Belém (1,4 milhão de habitantes) e encontra-se agora em décimo primeiro lugar. As cinco cidades mais populosas do Brasil continuam sendo: São Paulo (11 milhões), Rio de Janeiro (6 milhões), Salvador (3 milhões), Brasília (2,6 milhões) e Fortaleza (2,5 milhões).

Situação carcerária
Nesta quinta-feira, a Comissão de Legislação Participativa da Câmara Federal receberá o ministro da Justiça, Tarso Genro; o secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri (foto); e o vice-presidente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, Geder Rocha, para um debate sobre a situação carcerária brasileira.

CURTAS
• Instituir a obrigatoriedade de oferta, pelas prestadoras dos serviços de telecomunicações, de serviço de atendimento ao consumidor por meio de página publicada na internet. A ideia foi apresentada pelo deputado petista Paulo Pimenta.
• O deputado petista Marco Maia solicitou audiência pública na Comissão de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, para debater a situação da suinocultura brasileira.
• A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou atos que autorizaram mais cinco rádios gaúchas a executar pelo prazo de 10 anos, sem direito de exclusividade, serviços de radiodifusão comunitária nas cidades de Redentora, Itaara, Pelotas, Marau e Jaguari.