Inicial / Notícias / Senado leva preocupação a Hillary Clinton com o conflito sobre as Ilhas Malvinas

Senado leva preocupação a Hillary Clinton com o conflito sobre as Ilhas Malvinas

Print Friendly, PDF & Email

O Senado vai aproveitar a presença da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, no Brasil para manifestar sua preocupação com a tensão crescente entre Inglaterra e Argentina, com relação ao petróleo descoberto na costa das Ilhas Malvinas.

“A secretária Hillary já manifestou diretamente à presidenta Christina Kirchner sua posição de apoio ao diálogo entre os dois países, mediado pela ONU”, afirma o senador Pedro Simon (PMDB-RS).

José Sarney recebe Hillary Clinton (Foto: Márcia Kalume)
O senador gaúcho lembra que a Organização das Nações Unidas (ONU) não reconhece a soberania de nenhum país sobre a ilha, incluídas numa lista de territórios sob os cuidados do Comitê de Descolonização da organização. Em 1982, as Malvinas foram objeto de uma guerra entre argentinos e britânicos. Na época, o conflito foi vencido pela Inglaterra com apoio material e diplomático dos Estados Unidos.

Em reunião entre os senadores, o presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP) e Hillary Clinton, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) disse da preocupação do Senado brasileiro com o novo conflito entre a Argentina e a Inglaterra sobre as Ilhas Malvinas.