15 de dezembro de 2017
Inicial / Outras Notícias / Sétimo corte da Selic faz bancos reduzirem taxas de operações de crédito

Sétimo corte da Selic faz bancos reduzirem taxas de operações de crédito

Print Friendly, PDF & Email
Sétimo corte da Selic faz bancos reduzirem taxas de operações de crédito – Blog Edgar Lisboa. Foto: Divulgação/Bacen.

Após o Banco Central cortar os juros básicos da economia em um ponto percentual, os três maiores bancos do País anunciaram reduções nas taxas de operações de crédito. Empresas e consumidores foram beneficiados com a redução.

Clientes do Banco do Brasil, do Bradesco e do Itaú terão juros menores em linhas de empréstimos e financiamentos, em função da queda da Selic. Outra grande instituição financeira, o Santander cortou suas taxas, mas fez o anúncio antes da decisão do Banco Central.

Nesta quarta-feira (26), o Comitê de Política Monetária (Copom), que reúne a diretoria do Banco Central, cortou a Selic em um ponto percentual, de 10,25% ao ano para 9,25% ao ano, o menor nível para a Selic desde agosto de 2013, quando a Selic estava em 9%.

Crédito imobiliário

A decisão do BC repercutiu imediatamente sobre as instituições financeiras, que reduziram as taxas das operações de crédito. No Banco do Brasil, o corte foi o quinto no ano. Para pessoas físicas, as operações de crédito imobiliário terão taxas menores nas modalidades Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e Carteira Hipotecária (CH).

Na SFH, as taxas que estavam entre 9,99% ao ano e 10,94% ao ano serão reduzidas para 9,74% a 10,69% ao ano. Na carteira hipotecária, as taxas eram de 10,90% a 11,99% ao ano e serão reduzidas para um intervalo entre 10,65% ao ano e 11,74% ao ano.

O BB também reduzirá as taxas mínimas do cheque especial, de 4,31% ao mês para 2,20% ao mês. No CDC, a redução foi de 1,97% ao mês para 1,79%. O Banco do Brasil também anunciou redução para empresas. As taxas mínimas para as linhas Cheque Ouro Empresarial PJ e Giro Rápido Rotativo serão reduzidas e passarão de 8,33% ao mês para 8,28%, enquanto as máximas cairão de 13,50% ao mês para 13,45%.

Bancos privados

Também após a decisão do Banco Central, o Bradesco informou que irá repassar o corte de um ponto percentual na Selic para os seus clientes. A instituição, no entanto, não explicou quais linhas serão ajustadas, disse apenas que empresas e consumidores serão beneficiados.

Taxas de empréstimo pessoal e cheque especial foram reduzidas aos consumidores pelo Itaú. Para as empresas, os cortes foram nas linhas de capital de giro. O valor das novas taxas não foi divulgado pela instituição financeira.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Banco Central, do Banco do Brasil, do Itaú, do Bradesco e do Santander